Extensões, extras ou addons? Ainda são perigosos!

Eu não utilizo este tipo de software, com pena minha – é demasiado “arriscado”.

Foi o que referi em junho de 2020. E expliquei o porquê.

Agora, quase meio ano depois, a Avast identificou 28 extensões perigosas para o Google Chrome e para o Microsoft Edge.
Perigosas porque, alegadamente, analisa dados pessoais dos utilizadores que as instalam nos seus navegadores de páginas Web.

Pensa comigo.
Muitas das extensões disponíveis são gratuitas.
Sabemos que, para vivermos nas sociedades atuais, necessitamos de dinheiro.
Como é que os profissionais que “oferecem” os seus serviços sobrevivem? 🤔 Pois…

Mas, não desates a desinstalar tudo o que é gratuito! 😱 Calma… 🙄

Algumas entidades (empresas?) “oferecem” serviços limitados em:

  • Funcionalidades
    (por exemplo, o antivírus Bitdefender)
  • Tempo
    (p.e., as aplicações da Adobe e o próprio Windows)
  • Marca de água
    (alguns editores de vídeo e de imagem)
  • Exposição a anúncios publicitários
    (YouTube, p.e.)

…E esperam que os utilizadores adquiram as versões pagas, comerciais ou profissionais.
Essas entidades, por vezes, têm uma versão gratuita (Free), uma outra mais acessível (Basic) e uma mais completa (Professional, Premium, etc.).

Também há casos em que os serviços são oferecidos a instituições não comerciais (como o Google Workspace, ou o Office 365).

O problema é que todos estes exemplos referem-se a empresas multinacionais, com uma reputação a manter e com investidores, governos e outras entidades aos quais têm que prestar contas.
Por outro lado, os criadores de pequenas extensões não terão tanto a perder se supostamente tiverem acesso indevido aos dados pessoais dos utilizadores das suas aplicações.

A situação piora no caso da educação, onde se “joga” não só com os dados pessoais dos professores, mas também com os dados pessoais dos alunos (jovens e crianças) e das suas famílias.

Eu prefiro não jogar…

Contudo, se precisares MESMO de determinada extensão e não quiseres arriscar uma possível infiltração nos teus assuntos pessoais, instala-a numa versão portátil (portable app) do teu navegador mas nunca acedas às tuas contas (Gmail, FB, etc.) a partir desta versão.

Mais sobre as aplicações portáteis, aqui:

Aplicações Portáteis

Fontes:

O artigo que eu referi no início deste texto está disponível aqui:

Extensões, extras ou addons – perigoso?


Publicidade




Partilha este artigo e ajuda os teus contactos

Leave a Reply