Cuidado(s) com a Bateria

with Sem comentários

As baterias são um dos componentes mais importantes dos nossos gadgets.

Por exemplo, os computadores portáteis são-no (portáteis) porque funcionam sem obrigar a uma ligação física à fonte de energia. Mas, o que realmene está na moda, são os smartphones – telemóveis avançados – e os tablets.

Infelizmente, é cada vez mais frequente constatar que equipamentos trazem baterias não amovíveis, e, por vezes, estão soldadas ao equipamento.

Tal facto torna importante a longevidade da bateria, pois caso esta deixe de funcionar, enfrentamos alguns custos.

Então, como temos de proceder?… Este artigo (exameinformatica.sapo.pt/tutoriais/2016-01-11-Tudo-o-que-precisa-de-saber-sobre-baterias-e-carregamentos), publicado durante esta semana, indica as boas práticas na utilização e manutenção da “boa saúde” da bateria, por assim dizer.

Algumas sugestões rápidas:

  • Evitar níveis de capacidade inferiores a 20% – recarregar a bateria logo que a capacidade desta atinja 20% da sua capacidade de carga ou inferior – é possível programar o computador para lançar um aviso ou suspender a sua atividade aos 20% de “descarga” enquanto procuramos o carregador.
  • Evitar recarregar para além dos 80% – limitar assim a utilização em pleno das células de energia. Segundo alguns fabricantes, este procedimento aumenta a longevidade das baterias.Eu já utilizei um portátil com esta funcionalidade e, ao longo de 2 anos, não senti decrementos na capacidade da bateria.
  • Evitar temperaturas extremas: nem muito frio, nem muito calor.
  • Evitar as cargas rápidas, que desgastam mais as células de armazenamento.
  • Evitar guardar a bateria sem carga e por longos períodos de tempo – convém realizar ciclos de carga/descarga completos – eu diria talvez uma vez por semana ou até quinzenalmente.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.